Ginecologia

especialidade-ginecologia.jpg (38 KB)

É a especialidade médica que se dedica ao estudo da fisiologia e da patologia do corpo da mulher, do seu aparelho reprodutor e da alma feminina.

O universo da ginecologia abrange as mudanças físicas ocasionadas pelo surgimento dos hormônios femininos e o início da vida sexual.

Em outro plano realiza-se o planejamento familiar seja com pílula, DIU e outros muitos métodos.

Outro fator em foco é a prevenção e cura de patologias sexualmente transmissíveis, vacinação, preservação da fertilidade e o estudo das principais doenças femininas, principalmente da mama e do colo do útero.

O bem estar da mulher também é assunto do ginecologista no que diz respeito ás cólicas, intensidade do fluxo menstrual, TPM, inchaço, dores de cabeça e a libido.

A saúde óssea, ondas de calor, qualidade do sono, entusiasmo pela vida, beleza do cabelo, da pele e das unhas, lubrificação vaginal, funcionamento do aparelho urinário e tantas outras questões fazem parte do dia a dia deste especialista.

A vida do casal, lazer, hobbies, viagens, cultura são fragmentos de um todo muito importante para a saúde física e mental.

Reprodução Humana

A American Society of Reprodutive Medicine define infertilidade como a falta de gestação após 1 ano de relações sexuais desprotegidas.

Cerca de 57% das mulheres engravidarão em 3 meses, 67% em 6 meses e 85% em 1 ano.

As causas de infertilidade do casal são assim divididas:

  • Problemas masculinos 35%
  • Patologia da pelve e tuba-uterina 35%
  • Disfunção ovariana 15%
  • Outros problemas menos comuns 5%
  • Infertilidade sem causa aparente 10%

A princípio o médico deve pedir ao homem o espermograma e à mulher exames de ordem hormonal e de imagem.

Alguns tratamentos se resumem apenas na indução e no rastreamento da ovulação.

indução.png (49 KB)
Neste caso, a inseminação intrauterina pode ser realizada com facilidade, aumentando a chance de sucesso.

in-vito.png (79 KB)
Quando existe uma impossibilidade do encontro do espermatozoide com o óvulo, a fertilização in vitro passa a ser a melhor opção.


O diagnóstico genético pré-implantacional é indicado se existe história de doença genética, idade materna avançada, abortamento e insucessos nas tentativas com a fertilização in vitro.

Últimas Novidades